Área de Concentração

A Condição Humana na Contemporaneidade

O contexto contemporâneo impõe novas demandas às Ciências Humanas e Sociais e estas podem e devem contribuir para a renovação da análise e para a reconstrução da categoria de humano e de sua condição na contemporaneidade. Nesse contexto, estão presentes o avanço científico e o desenvolvimento tecnológico, as novas relações e configurações homem/maquina, a economia neoliberal no capitalismo global, que incluem os problemas climáticos e ambientais, a migração e a mobilidade, as novas formas de cultura e a conservação das comunidades tradicionais, as diferenças inter e intra geracionais, étnico-raciais e de gênero, a educação, arte e culturas populares, as desigualdades oriundas de explorações seculares, o engajamento nas novas formas de comunicação, entre outras tantas características.

Tudo isso tem desafiado o conceito de humano, bem como a explicação e interpretação de sua condição tal como nós o conhecemos. As mudanças das condições históricas e sociais que dão suporte à nossa existência têm afetado o modo como nós nos compreendemos, o modo como nossas representações sociais e culturais, nossos modos de participações políticas e ativismos tem se constituído e têm também alterado profundamente nossas práticas de pesquisa e ensino e os processos educativos envolvidos. É, portanto, necessário que analisemos a condição dos sujeitos contemporâneos e como estes se relacionam com as transformações em curso.

É preciso analisar e compreender de que modo a sociedade, nas suas constantes e contraditórias alterações, perpetua e faz surgir desigualdades, ressalta ou reafirma as diferenças, e isso apenas pode ser feito de modo complexo pela compreensão interdisciplinar desses fenômenos.

Esta área de concentração se dedicará, portanto, ao estudo dos aspectos sociais, culturais, políticos, econômicos e ambientais próprios da contemporaneidade, relevando não apenas as questões próprias da atuação dos sujeitos e da organização social, mas também o debate teórico sobre a condição humana nessas novas configurações, em uma tentativa de compreender os fenômenos de forma mais ampla que a proporcionada pela disciplinaridade. É relevante, portanto, para esta área todo o estudo da configuração das sociedades contemporâneas e o que ela implica para a Humanidade.

Acompanhe o PPGECH também pelas redes sociais oficiais